Tag Archive for: guitarra clássica

José Pereira
José Pereira

José (Carlos) Pereira é um guitarrista português.

Discografia

José Pereira

José Pereira

José Pereira

José Pereira, +6

José Pereira

José Pereira, +6

De acordo com informação do próprio, a peça de Ricardo Abreu intitula-se “O Murmúrio do Inverno” de “A Voz das Estações”, e não “Murmúrios de Inverno”.

Partilhe
Share on facebook
Facebook
Aires Pinheiro, Homenagem a José Duarte Costa
Aires Pinheiro

Natural de Vila do Conde, Aires Pinheiro iniciou o seu contacto com a música na Escola de Música Vasco da Gama de Fornelo, tendo terminado o Curso Complementar de Guitarra, com vinte valores, na Academia de Música de S. Pio X, de Vila do Conde.

É licenciado em guitarra pela ESMAE – Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo do Porto e Mestre em Ensino de Música, pela Universidade de Aveiro. No âmbito da sua investigação de Doutoramento em Música, tem desenvolvido uma intensa carreira artística, com enfoque na divulgação da obra para guitarra do guitarrista e compositor português José Duarte Costa.

É Professor de guitarra no Conservatório Bomfim, em Braga e no Conservatório de Música, Teatro e Dança de Vila do Conde, onde exerce o cargo de Diretor Pedagógico.

Aires Pinheiro, Homenagem a José Duarte Costa

Aires Pinheiro, Homenagem a José Duarte Costa

Aires Pinheiro, Homenagem a José Duarte Costa

Aires Pinheiro, Homenagem a José Duarte Costa

Discografia

“Homenagem a José Duarte Costa”, 2023

Aires Pinheiro apresenta obras de José Duarte Costa, um guitarrista e compositor que teve um papel determinante no desenvolvimento da prática da guitarra, em Portugal. Um registo de obras que abarcam diferentes abordagens técnicas na guitarra clássica.

Para adquirir, contacte Aires Pinheiro.

Partilhe
Share on facebook
Facebook
Paulo Amorim, guitarrista
Paulo Amorim

Diplomado pela Academia de Amadores de Música de Lisboa, Royal College of Music e Guildhall School of Music and Drama de Londres, o guitarrista Paulo Amorim mantém, desde 1985, uma intensa carreira musical, tendo já actuado em nove países europeus bem como na América Latina (Brasil e Venezuela).

Gravou para a Rádio e TV em Portugal, Espanha, Inglaterra e Venezuela.

Como solista, tocou com a Sinfonietta de Lisboa, Orquestra de Câmara de Cascais e Orquestra de Paris-Mons, tendo igualmente sido galardoado nos Concursos Internacionais de Sevilha (1987) e “Andrés Segovia” de Granada, Espanha (1994).

Bolseiro do Governo Espanhol e da Anglo-Portuguese Foundation teve como professores P. Valente-Pereira, José Tomás (Espanha), Robert Brightmore (UK) e Fernando Lopes-Graça (Composição).

Em 1999 gravou o seu 1º disco a solo, “Contrastes”, recebendo elogiosas críticas em vários países.

Em 2004, subsidiado pelo Ministério da Cultura, gravou o seu 2º disco, com a obra integral para guitarra de F. Lopes-Graça, igualmente elogiada pela sua importância musical.

Em 2005, foi convidado para integrar o Grupo de Música Contemporânea de Lisboa, com quem desde então em Portugal, Espanha, França, Itália e Holanda, e gravou 2 CD.

Em 2009, surgiu o convite (concretizado em 2011) da Fundação Hauser de Munique para gravar o 3º disco a solo (“Incógnito”), inteiramente preenchido com obras de P. Amorim e gravado num instrumento histórico de 1921, pertença da coleção privada da referida Fundação.

Discografia

Fernando Lopes-Graça, Paulo Amorim – Complete Guitar Works ‎(CD, Album) La Mà De Guido LMG4002 2004

Paulo Amorim, guitarrista

Paulo Amorim, guitarrista

Partilhe
Share on facebook
Facebook
Francisco Berény, guitarrista
Francisco Berény

Discografia

Salzburg Recital, 2023

Primeiro álbum de Francisco Berény, Salzburg Recital é composto por obras baseadas na folia, uma dança de origem ibérica, eventualmente portuguesa, que foi fonte de inspiração para diversos compositores, do Renascimento à contemporaneidade.

A 1 de abril de 2023 o guitarrista protagoniza um recital na Casa Comum (à Reitoria) da Universidade do Porto por ocasião do lançamento do CD.

Francisco Berény, guitarrista

Francisco Berény, guitarrista

Partilhe
Share on facebook
Facebook
Pedro Jóia, Zeca
Pedro Jóia

Pedro Jóia nasceu a 1 de janeiro de 1970, na Bélgica, durante um estágio profissional do pai. Aos seis meses mudou-se para Lisboa, onde cresceu e mora hoje com a mulher e os dois filhos. Também viveu em Espanha e no Brasil, sempre por conta da música.

Iniciou, aos sete anos, estudos de Guitarra Clássica na Academia dos Amadores de Música, com Paulo Valente Pereira. No ano de 1985 transferiu-se para o Conservatório Nacional, onde estudou com Manuel Morais e concluiu o curso de Guitarra Clássica em 1990.

A partir de 1986 iniciou-se no estudo de Guitarra Flamenga, primeiro como autodidacta e depois através de cursos e de classes de aperfeiçoamento em Espanha (Jerez de la Frontera e Cordoba) com os guitarristas Paco Peña e Manolo Sanlúcar. A relação de aluno com o segundo manteve-se até 1998.

Guadiano (1996) e Sueste (1999) foram os discos que colocaram o guitarrista e compositor Pedro Jóia no panorama da música feita em Portugal. Embora no início com uma forte influência e gosto pela guitarra flamenca, as suas origens portuguesas acabaram por falar mais alto. Assim, Variações sobre Paredes (2001) marcou uma outra fase na sua carreira, homenageando um dos grandes mestres da Guitarra de Coimbra.

Depois de Jacarandá (2003), disco onde reuniu uma série de músicos brasileiros, como Elba Ramalho, Simone, Zeca Baleiro, Zélia Duncan, entre outros, viajou para o Brasil, onde colaborou intensamente com Ney Matogrosso, entre 2003 e 2006.

O espectáculo Mourarias, em Duo com o percussionista Vicky, reune temas da sua autoria, numa reflexão sobre as suas origens como músico e compositor, referenciados nos seus dois primeiros discos, Guadiano e Sueste, e agora também sobre os dois mais importantes compositores e instrumentistas das guitarras de Coimbra e de Lisboa.

Pedro Jóia, Zeca

Pedro Jóia, Jacarandá

Partilhe
Share on facebook
Facebook
Artur Caldeira, guitarrista
Artur Caldeira

Artur Caldeira diplomou-se em Guitarra no Conservatório de Música Calouste Gulbenkian de Braga, sob a orientação de José Pina. Ingressou mais tarde na Escola Superior de Música e das Artes do Espectáculo do Porto, onde concluiu o Curso Superior de Guitarra na classe do mesmo Professor.

Frequentou vários cursos de aperfeiçoamento e interpretação com Alberto Ponce, David Roussel, Leo Brouwer, Bheto Davezac, Jorge Oraison, Celso Machado, Ricardo Moyano e Dusan Bogdanovic. Obteve o 1º prémio do Concurso Nacional “Parnaso 93” e o 1º lugar ex-aequo do “Prémio Helena Sá e Costa 1995”. Tocou com a Orquestra Clássica sob a direcção dos Maestros Meir Minsky e João Paulo Santos, com a Orquestra do Norte sob a direcção do Maestro Ferreira Lobo e gravou para a RDP.

Leia AQUI a biografia completa.

Discografia

Vasco Barbosa, Rui Paiva, Marcos Magalhães, Artur Caldeira, Orquestra Atalaya - Tricentenário do Maior Compositor Português do Barroco ‎(CD, Álbum) Numérica Num 1120 2004

Vasco Barbosa, Rui Paiva, Marcos Magalhães, Artur Caldeira, Orquestra Atalaya – Tricentenário do Maior Compositor Português do Barroco ‎(CD, Álbum) Numérica Num 1120 2004

Obras portuguesas para guitarra, 2021
Vasco Barbosa, Rui Paiva, Marcos Magalhães, Artur Caldeira, Orquestra Atalaya – Tricentenário do Maior Compositor Português do Barroco ‎(CD, Álbum) Numérica Num 1120 2004

Saber Ouvir – Obras Portuguesas para Guitarra Clássica
Artur Caldeira, Saber Ouvir

Artur Caldeira, Saber Ouvir

Duarte Costa

> Duas baladas
>> do Sonhador – 2’33’’
>> da Solidão – 4’06’’
> Ansiedade – 3’33’’
> Procissão – 2’42’’

António Vitorino d’Almeida

> Fantasia Op. 70 – 4’55’’

Artur Paredes / Artur Caldeira

> Passatempo – 3’45’’

Carlos Paredes / Artur Caldeira

> Dança palaciana – 2’07’’
> António Marinheiro – 3’02’’

Fernando Lapa

> Três melodias tradicionais transmontanas
>> Vai indo, amor, vai indo – 2’42’’
>> Eu venho dali, dali – 2’15’’
>> Mais um peneireiro – 1’07’’

Três Guitarras

Fernando Lapa

> Melodia tradicional de Vila Real
>> Linda Morena – 2’49’’

> Duas melodias tradicionais de Miranda do Douro
>> Por beilar el pingacho – 2’15’’
>> Senhor Galandum – 3’12’’

Biografia

Licenciado em Guitarra Clássica e Mestre em Interpretação Artística pela ESMAE, PPORTO, na classe de José Pina, foi-lhe atribuído, após provas públicas, o título de Especialista em Música. É doutorando em Educação Artística na Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto.

Frequentou inúmeras classes de aperfeiçoamento com renomados mestres guitarristas como Alberto Ponce, David Russell, José Pina, Bheto Davezac, Ricardo Moyano, Celso Machado, Dusan Bogdanovic, Eduardo Fernandez, bem como noutras especialidades musicais.

Guitarrista premiado (Prémio Parnaso, Prémio Helena Sá e Costa e Prémio Fundação Engenheiro António de Almeida), apresentou-se a solo, com diversas orquestras (Orquestra do Norte, Orquestra Nacional do Porto, Orquestra Clássica do Centro, Orquestra do CMCGB, Sinfonieta de Braga e Mitteldeutsche Kammerphilharmonie Schönebeck) e em inúmeros colectivos em Portugal Continental, Açores e Madeira e em países de diversos continentes, tais como: Espanha, França (incluindo Córsega), Alemanha, Suíça, Itália (incluindo Sardenha), Holanda, Dinamarca, Eslováquia, Hungria, Turquia, Marrocos, Moçambique e África do Sul. Realizou primeiras audições absolutas de obras de Fernando Lapa e Marina Pikoul, bem como da sua transcrição publicada (AVA Editions) do Concerto em Lá M de Carlos de Seixas.

A sua assinalável e reconhecida versatilidade e fluência em diversos idiomas musicais, é a razão dos permanentes convites para integrar formações variadas inúmeros contextos. Fundou o grupo “Som Ibérico”, para o qual escreveu arranjos de temas da Música Popular Urbana Portuguesa, gravando um CD onde assinou a produção e a direcção musical. Produziu, dirigiu e gravou o CD “Clarinete em Fado” de António Saiote. Dirigiu e gravou, com o guitarrista Daniel Paredes, o CD “Sefika Plays Fado” da flautista turca Sefika Kutluer.

Gravou em 2020, em período de confinamento, o CD Saber Ouvir – Música Portuguesa Para Guitarra Clássica, que obteve já excelentes críticas.

Recebeu em 2020 a medalha da Assembleia Nacional de França pela sua contribuição para a partilha das culturas francesa e portuguesa.

Leccionou em todos os níveis do sistema nacional de ensino em Portugal, do 1º ciclo do Ensino Artístico Integrado do CMCGB (Formação Musical) ao Mestrado na ESMAE (Instrumento Música de Câmara e outras UCs), passando pelo 2º ciclo do Ensino Básico (Educação Musical) e por todo os níveis do Ensino Especializado da Música (básico e secundário de Instrumento do CMP e de diversas academias privadas).

Ministra frequentes masterclasses em Portugal e no estrangeiro e tem integrado júris de concursos nacionais e internacionais.

Tem orientado e coorientado diversas teses de Mestrado e Relatórios de Estágio em ensino, bem como supervisionado aulas de Instrumento e Música de Câmara a vários estagiários.

É professor do CMP desde 1992, onde foi admitido após rigorosas provas públicas. Leciona desde 2009 na ESMAE – P. PORTO.

Partilhe
Share on facebook
Facebook
José Peixoto, Aceno
José Peixoto

Com quatro décadas de percurso artístico, como compositor e exímio executante de guitarra clássica (sendo que nos primeiros tempos também tocava outros instrumentos como o alaúde, o baixo, a harpa sequenciada e o piano-marimba), José Peixoto alcançou, por mérito próprio, o invejável estatuto de músico de superlativa referência em Portugal.

Atestam-no: a sua valiosa discografia, quer em nome próprio – individualmente ou em parceria com outros reputados instrumentistas (o percussionista José Salgueiro, o baixista Fernando Júdice, o violinista Carlos Zíngaro, o contrabaixista António Quintino…) ou com meritórias cantoras (Maria João, Filipa Pais, Sofia Vitória…) –, quer integrando projectos colectivos, quase todos criados por sua iniciativa (SHISH, El Fad, Grupo Cal Viva, TAIFA, Madredeus, Sal, Aduf, LST-Lisboa String Trio, Quinteto Lisboa); os numerosos convites que recebeu para participar, na qualidade de instrumentista, de compositor, de arranjador e/ou de produtor, em discos de múltiplos artistas (João Lóio, Janita Salomé, Maria João, Pedro Cadeira Cabral, Pedra d’Hera, Vitorino, Anamar, José Mário Branco, Rui Veloso, Amélia Muge, Mafalda Veiga, Júlio Pereira, Rui Júnior, Maria João Quadros, María Berasarte, Francisco Ribeiro, Marta Pereira da Costa, Teresa Salgueiro…); as também muito relevantes encomendas de música para espectáculos de dança e para peças de teatro (encenadas, na sua maioria, por Maria João Luís); a aclamação da crítica especializada, sendo de destacar a atribuição do Prémio Carlos Paredes a dois álbuns de projectos seus [“Lunar” (2010), de El Fad, e “Matéria” (2014), de LST-Lisboa String Trio]; e o aplauso de um público exigente.

Fonte: A Nossa Rádio

Discografia

Álbuns

El Fad ‎(CD, Álbum) Playon PL 90.004 1991
José Peixoto, José Salgueiro – Bom Dia Benjamim! ‎(CD, Álbum) Movieplay Portuguesa, S.A. MOV 30.325 1995
As Vozes dos Passos ‎(CD, Álbum) União Lisboa UL IV 011 CDN 1997
A Vida de um Dia ‎(CD, Álbum) União Lisboa UL IV 023 CDN 1998
O que me diz o espelho de água ‎(CD, Álbum) Farol Música, Lda. FAR000061 2000
A Tempo [Antologia] ‎(2xCD, Álbum) Capella 5607026010034 2001
José Peixoto / Fernando Júdice – Carinhoso ‎(CD, Álbum) Zona Música ZM00063 2002
Aceno ‎(CD, Álbum) Zona Música ZM00119 2003
José Peixoto e Carlos Zíngaro – Cacus ‎(CD, Álbum) Zona Música zm00174 2005
Filipa Pais, José Peixoto – Estrela 2 versões Zona Música 2004
José Peixoto com Maria João – Pele ‎(CD, Álbum) Zona Música ZM00180 2006
José Peixoto, Carlos Zíngaro – El Fad Vivo ‎(CD, Álbum, Dig) Grão 5605860000761 2008
José Peixoto, António Quintino Feat. José Salgueiro – Volta ‎(CD, Álbum) JACC Records 018 2012
José Peixoto, Sofia Vitória – Belo Manto ‎(CD, Álbum, Dig) Not On Label BM7101 2017
Compilações
Corvos / José Peixoto / Fernando Júdice – Pares de Sonho: Cordofones ‎(2xCD, Álbum + Box, Comp) Zona Música ZM00156 2002

Fonte: Discogs

José Peixoto, Aceno

José Peixoto & Sofia Vitória, Belo manto, 2017.

José Peixoto & Sofia Vitória, Belo manto, 2017.

Partilhe
Share on facebook
Facebook
Rebeca Oliveira, Home
Rebeca Oliveira

Rebeca Oliveira é uma guitarrista natural da Madeira, Portugal. Formada em Vigo, Galiza, e em Weimar, Alemanha, onde reside, Rebeca Oliveira foi galardoada com o 1.º Prémio do Concurso Juan Crisóstomo de Arriaga em Bilbo, País Basco, e tem vindo desde há alguns anos a trabalhar sobre a música de Carlos Seixas, editando as suas próprias transcrições que aqui regista discograficamente pela primeira vez.

Discografia

  • Home
  • Carlos Seixas – Sonatas

Rebeca Oliveira, Home

Rebeca Oliveira, Carlos Seixas, Sonatas

À margem dos diversos novos projetos de gravação das sonatas de Carlos Seixas em instrumentos históricos de Tecla, surge a proposta de escutarmos esse repertório à guitarra, segundo a interpretação de Rebeca Oliveira

Partilhe
Share on facebook
Facebook