Tag Archive for: nova música XXI

Sangue Suor, Ricardo Martins, Rui Rodrigues, Susie Filipe
Sangue Suor

Nascidos em resposta a um convite do Theatro Circo (a propósito das comemorações dos 106 anos do espaço), os três bateristas juntam-se enquanto Sangue Suor para um primeiro disco. “O Salto” conta ainda com a participação de Surma, Cabrita, Selma Uamusse e de Larie.

A partir de um ponto de vista exploratório, usando e abusando da liberdade criativa. “O Salto” é um convite dos Sangue Suor para conhecermos novos sons e ritmos, com pitadas de fúria e desassossego, desafiando os conceitos pré-estabelecidos em torno das possibilidades da bateria.

“O Salto” é uma edição conjunta da Omnichord e do Theatro Circo, resulta de residências artísticas no Serra – Espaço Cultural, foi gravado, misturado e masterizado por Rui Gaspar e conta com artwork de Negra Bala.

A estreia dos Sangue Suor está disponível em todas as plataformas digitais e em formato vinil.

Sangue Suor, Ricardo Martins, Rui Rodrigues, Susie Filipe

Sangue Suor, Ricardo Martins, Rui Rodrigues, Susie Filipe

Partilhe
Share on facebook
Facebook
Antonio Bastos
Antonio Bastos

A lecionar no Conservatório de Música da Bairrada e diretor artístico de dois coros, orfeão De Vagos e Coral Troviscal, Antonio Bastos tem interagido com as tradições portuguesas, novos valores e novas formas de abordar a música. Com atuações reformadas dos coros, arranjos originais e um movimento cénico despido de preconceitos e regras pré-definidas, o projeto de Antonio Bastos pretende fundir novas tecnologias, criando nova música com influências electrónicas e sonoridades da Música tradicional portuguesa.

Inspirado em tudo o que o rodeia e influencia, o multi-instrumentista e compositor português lança “Momento”. “Na nova composição, respeitei e aprendi com os desenvolvimentos musicais do passado, incluindo música clássica, jazz e Música tradicional portuguesa, mas sempre estive de olho no momento presente, na tecnologia disponível em busca de novos sons e formas de fazer música. A fusão dos dois mundos torna a música que me vai saindo ao mesmo tempo contemporânea, mas com um profundo respeito de onde vem e o que a trouxe à vida através de uma longa tradição de excelentes artistas”, explica o artista.

O novo single foi criado em viagem, apenas com um iPhone como meio de produção, mistura e masterização, sem nenhum estúdio envolvido no processo de criação do tema.

“Há 10 anos, quando percebi que só com um iPhone podia gravar tudo e fazer música com a qualidade de qualquer grande estúdio, rapidamente vendi o meu estúdio e comecei a fazer música enquanto viajava. Desta forma consigo inspirar-me e sentir tudo em primeira mão e não tenho de esperar até chegar ao estúdio. Assim, a música que me vai saindo acontece naturalmente conseguindo perceber e sentir o mundo e fazer música com facilidade e sem constrangimentos”, desvenda António Bastos.

Com a sua forma eficaz e in loco de produzir, Antonio Bastos surpreendeu os ouvintes e produtores profissionais. A linha de baixo em “Momento”, por exemplo, é feita por um sintetizador, e as vozes graves dos cantores são processadas por uma combinação de efeitos de equalização e compressão, criando assim um som rico e encorpado. Além disso, a sua abordagem criativa e experimental no uso de sons e efeitos especiais resultou num som único e inovador que tem atraído a atenção do público.

Este tema antecipa o lançamento de um novo álbum onde Antonio Bastos continua a consolidar a sua posição como um dos artistas mais interessantes e originais no cenário musical atual português. “Momento” ficou disponível para escuta a partir do dia 3 de março em todas as plataformas digitais habituais.

Antonio Bastos

Antonio Bastos

Partilhe
Share on facebook
Facebook